Carrinho de compras
Seu carrinho está vazio

Central de
Atendimento

0

Frete Grátis

acima de R$199

Tire suas dúvidas

Fale no WhatsApp

Entrega em todo Brasil

Receba de forma rápida

Pague com cartão

em ate 6x s/ juros

Segurança

Loja oficial

07/10/2022

Autoexame - a importância do diagnóstico precoce


Entenda o Câncer de Mama
O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Há vários tipos de câncer de mama. Alguns tipos têm desenvolvimento rápido, enquanto outros são mais lentos.

O diagnóstico precoce e o autoexame são importantíssimas ferramentas para que o câncer de mama seja detectado mais rapidamente  e a chance de tratamento e cura tenham sucesso. 

 

O toque e o autoexame das mamas é importante para que as mulheres possam conhecer melhor o próprio corpo e inclusive detectar tumores.


Mas, afinal, será que somente apalpar os seios ajuda a diagnosticar um câncer?

O autoexame pode até ajudar no diagnóstico da doença, mas esse não deve ser o principal método de rastreamento do câncer de mama. É preciso fazer exames mais aprofundados como a mamografia de rastreamento e mamografia diagnóstica, além de um acompanhamento assíduo com o seu médico.

Como é feito o autoexame?

1. Observação em frente ao espelho

Tire a blusa e o sutiã e fique em frente ao espelho com as mãos na cintura;

Verifique o tamanho, o formato e o contorno das mamas;

Observe se há alterações na pele da mama, na aréola ou no mamilo;

Verifique se o sutiã deixa marcas em apenas uma das mamas, indicando inchaço;

Deixe os braços soltos ao lado do corpo e observe as mamas novamente;

Erga os braços e observe se há alterações.

 

2. Apalpar em pé no chuveiro

- Com a coluna ereta, coloque a mão esquerda atrás da nuca, com o cotovelo apontado para cima;

- Deslize a mão direita pela mama esquerda, apalpando-a com a ponta dos dedos;

- Faça movimentos circulares com firmeza, mas sem causar desconforto ou dores, iniciando na axila e seguindo em direção ao mamilo;

- Durante a apalpação, verifique se há regiões mais densas ou caroços;

- Faça os mesmos movimentos circulares na região das axilas, observando se há algum nódulo palpável;

- Pressione delicadamente o mamilo para verificar se há saída de líquido de origem desconhecida;

- Troque a posição dos braços, colocando a mão direita na nuca, e repita o passo a passo desta etapa.
 

 

3. Apalpar deitada

- Deite-se na cama, coloque um travesseiro fino embaixo do ombro esquerdo e leve a mão esquerda para trás da cabeça;

- Com a outra mão, apalpe a mama esquerda e faça movimentos circulares com a ponta dos dedos, verificando a presença de anormalidades;

- Coloque o travesseiro embaixo do ombro direito e repita os passos com a outra mama.



São considerados sinais e sintomas suspeitos de câncer de mama e de referência urgente para a confirmação diagnóstica:

- Qualquer nódulo mamário em mulheres com mais de 50 anos.

- Nódulo mamário em mulheres com mais de 30 anos, que persistem por mais de um ciclo menstrual.

- Nódulo mamário de consistência endurecida e fixo ou que vem aumentando de tamanho, em mulheres adultas de qualquer idade.

- Descarga papilar unilateral sanguinolenta.

- Aumento progressivo do tamanho da mama com a presença de sinais de edema, como pele com aspecto de casca de laranja.

- Retração na pele da mama.

- Mudança no formato do mamilo.



Segundo o Colégio Brasileiro de Radiologia, recomenda que mulheres acima de 40 anos façam seu exame de rastreamento anual.

Não fique de fora e se cuide!

 

FONTE: INCA, Dr. Dráuzio Varella, Medprev